Prefeitos e secretários da região discutem projeto para preservação das nascentes Reviewed by Momizat on . ONG Angra Doce, recém criada por incentivo do deputado federal Capitão Augusto, pretende levantar todas as nascentes das 10 cidades paulistas Representantes dos ONG Angra Doce, recém criada por incentivo do deputado federal Capitão Augusto, pretende levantar todas as nascentes das 10 cidades paulistas Representantes dos Rating: 0
Você está aqui:Home » Notícias » Prefeitos e secretários da região discutem projeto para preservação das nascentes

Prefeitos e secretários da região discutem projeto para preservação das nascentes

ONG Angra Doce, recém criada por incentivo do deputado federal Capitão Augusto, pretende levantar todas as nascentes das 10 cidades paulistas

Representantes dos municípios que participam do projeto Angra Doce discutiram na última quarta-feira, em Ourinhos, a viabilidade de um projeto ambiental que objetiva preservar as nascentes dos rios Paranapanema e Itararé, que formam o reservatório da represa Chavantes. “É provável que muitas nascentes da nossa região precisem inclusive ser recuperadas, ter essa informação é uma das metas desse projeto”, avalia Fernando Cavezale, presidente da Organização Não-Governamental Angra Doce, entidade criada por estímulo do deputado federal Capitão Augusto, autor do projeto de lei que outorga à região a condição oficial de “área especial de interesse turístico”.

O projeto Angra Doce engloba 15 municípios, sendo 5 do Paraná e 10 de São Paulo. Nesta primeira fase, a proposta da ONG é contemplar as cidades paulistas da região. A bióloga paranaense Carine Gonçalves, que assina o projeto, apresentou a linha que a ONG Angra Doce pretende seguir e entregou aos municípios um questionário prévio para preenchimento. “A partir desses dados, vamos agendar uma visita técnica com cada município para dar prosseguimento aos próximos passos do projeto”, relatou a bióloga, que possui algumas certificações da ONU (Organização das Nações Unidas) por projetos anteriores realizados.

Durante a reunião, direto de Brasília, o deputado federal Capitão Augusto saudou os presentes por celular viva-voz e reforçou sua tese de que o Turismo pode ser a redenção econômica da região para impulsionar a geração de empregos e renda.

A reunião foi organizada pela coordenadora executiva da ONG, a ex-servidora municipal e secretária de Esportes, Patrícia Diner. Também na coordenação dos trabalhos, esteve o chefe do escritório político do deputado Capitão Augusto e presidente da ACE-Ourinhos, Diógenes Corrêa Leite. “Vamos contar com o apoio dos prefeitos e secretários de cada cidade para que o projeto avance”, adianta Carine. “Preservar as nascentes que formam os 400km2 de águas da represa que é o carro-chefe do Projeto Angra Doce é fundamental”, afirmou Diógenes, que nos últimos 6 anos também ocupou o cargo de secretário municipal de Meio Ambiente e Agricultura em Ourinhos.

Estiveram presentes no encontro: a prefeita de Barão de Antonina, Maria Neres, acompanhada do secretário de Transporte, Obras e Serviços, Marcelo de Meira; o prefeito de Fartura, Hamilton César Bortutti, acompanhado do secretario de Turismo, Wagner Figueiredo da Silva; o chefe de Gabinete de Bernardino de Campos, Carlos José Malagutte, acompanhado do secretário de Agropecuária e Meio Ambiente, Manoel Diniz Fernandes; o secretário de Esportes de Canitar, Claudecir Antônio de Oliveira Sampaio; a secretária de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer de Chavantes, Vanessa Nogueira Geraldo; a assessora de projetos do Gabinete de Ipaussu, Aline da Silva de Oliveira, acompanhada do secretário de Esporte e Turismo, Hamilton Alves da Cruz.

Apesar da presença de dois prefeitos, esse grupo de trabalho é formado por representantes das prefeituras indicados pelos prefeitos para participarem de forma mais próxima das atividades que devem se avolumar conforme o projeto Angra Doce vai ganhando corpo na região.

 

 

© 2015 Todos os direitos reservados para NB Produções

Voltar para o topo