Porque poupar? Reviewed by Momizat on . * Walter Roque Gonçalves Qual a relação dos 5 reais entregue a uma criança para gastar e as dificuldades de guardar dinheiro de um adulto? Segundo Reinaldo Domi * Walter Roque Gonçalves Qual a relação dos 5 reais entregue a uma criança para gastar e as dificuldades de guardar dinheiro de um adulto? Segundo Reinaldo Domi Rating: 0
Você está aqui:Home » Colunas » Porque poupar?

Porque poupar?

* Walter Roque Gonçalves

Qual a relação dos 5 reais entregue a uma criança para gastar e as dificuldades de guardar dinheiro de um adulto? Segundo Reinaldo Domingos, autor do livro Terapia Financeira,  tudo! Afinal, este é um modelo de como gastar todo o dinheiro, ficar sem nenhuma reserva e endividar-se.

Mesmo bem intencionado, quando se dá algum dinheiro para uma criança e não a orienta a guardar para futuras necessidades, que com certeza virão, pode-se estar colaborando para a formação, no futuro, de um adulto endividado. É raro o pai ou mãe que orienta seu filho a poupar desde pequeno.

No exemplo utilizado neste artigo, se os pais orientarem seus filhos a guardarem R$ 0,50 daqueles 5 reais estão ajudando a criança a se tornar um adulto capaz de viver um degrau abaixo do que a renda lhe oferecerá. Isto tende a gerar adultos mais conscientes e com inteligência financeira aguçada. Segundo especialistas como Reinaldo Domingos, isto é possível independentemente de quanto o indivíduo venha a ganhar no futuro, seja este meio salário mínimo ou milhões de reais.

Neste ponto, Domingos orienta que o dinheiro deve ser poupado sempre tendo em vista sonhos, 3 deles no mínimo, enfatiza ele. O primeiro deles é para realizações no próximo ano, como uma viagem com a família. O segundo é para ser realizado nos próximos 5 anos, como a troca do carro ou reforma da casa.  E, o terceiro sonho é para mais de 10 anos, como a compra da casa próprio e aposentadoria. Tendo sonhos em mente, aquilo que pareceria sacrifício inicialmente pode se tornar algo instigante, desafiador e prazeroso.

Domingos é um defensor da educação financeira nas escolas e empresas, criou a primeira pós-graduação em educação financeira no país. Reinaldo Domingos dissemina o método que vem transformando milhares de endividadas em investidores. Trata-se do DSOP, o modelo mental para (D)iagnosticar, (S)onhar, (O)rçar e (P)oupar.

No Diagnostico deve-se conhecer a fundo de onde vem e para onde vai o dinheiro, este pode ser um esforço feito constantemente com anotações em cadernos ou aplicativos de celular/computador. Sonhar é o momento que se cria sentido para os esforços, a exemplo dos 3 níveis de sonhos citados anteriormente. Orçar permite acompanhar de perto os gastos e mantê-los dentro do planejado e, por fim, poupar sempre! Não importa se é na poupança ou em algum fundo, o importante é ter reservas. E, apesar do Poupar estar no final dos itens deste método, a orientação é priorizar o investimento nas economias, antes de qualquer outro gasto.

Poupar é essencial, mas, mais importante ainda é saber porque poupar.

* é consultor de empresas e professor executivo e colunista da FGV/ABS (Fundação Getúlio Vargas/América Business School) de Presidente Prudente. Contato: 18-99723-3109

© 2015 Todos os direitos reservados para NB Produções

Voltar para o topo